Image

 

A agricultura familiar recobre diversas formas de relacionamento com a terra que, historicamente, têm assumido diferentes expressões regionais. Quando se assinala o Ano Internacional da Agricultura Familiar, declarado pela UNESCO, o IV Encontro RuralRePort – Rede de História Rural em Português – visa contribuir para aprofundar a discussão sobre múltiplas questões suscitadas pela temática.

Nos últimos anos, a renovação dos estudos dedicados ao rural e à agricultura tem colocado as condições e as modalidades de acesso à terra no centro dos debates internacionais, dentro e fora da academia. A agricultura familiar, assente em explorações agrícolas de pequena e média dimensão, tem sido proposta como solução para problemas contemporâneos diversificados, desde desenvolvimento de zonas ruais, passando pela produção sustentável de bens alimentares ou pela preservação do património cultural e paisagístico. Tantas vezes vista como condenada ao desaparecimento, a agricultura familiar ressurge assim como componente de uma modernidade avançada.

Neste contexto, torna-se necessário analisar, no espaço e no tempo, as metamorfoses de organizações sociais e modalidades de cultivo da terra das agriculturas familiares. Retomando heranças das pesquisas desenvolvidas por várias Ciências Sociais, desde os anos 60, o IV Encontro RuralRePort constitui uma oportunidade para reenquadrar os resultados recentes da investigação histórica nos debates actuais.

Para este IV Encontro propõe-se que, entre outras, as comunicações apresentadas contribuam para analisar e discutir as seguintes questões associadas à historicidade da agricultura familiar:

 Condições de acesso, manutenção e abandono da terra;

 Estratégias de distribuição e concentração da terra no ciclo familiar;

 Policultura, especialização produtiva e inovação;

 Mecanismos de inserção nos mercados de produtos e factores;

 Formas de solidariedade, associação e conflito;

 Organização familiar do trabalho: exploração agrícola e pluriactividade;

 Fontes e distribuição dos rendimentos das famílias de agricultores;

 Relacionamento com o Estado e impactos das políticas agrícolas;

 Persistências e mudanças nas comunidades, territórios e paisagens rurais.

Informações importantes:

Solicita-se o envio de propostas de comunicação (resumo de 500 palavras), acompanhadas de um curto CV do(s) autor(es) até 30 de Abril para o email:histruralpt@gmail.com

As propostas entregues até 30 de Abril serão avaliadas até 15 de Maio.

Apresentação do programa final a 30 de Maio de 2014.

Comissão Científica:

Ana Maria S. Rodrigues (FL-UL); Benedita Câmara (UMadeira); Isabel Rodrigo (ISA-UL); José Vicente Serrão (ISCTE-IUL); Manuel Belo Moreira (ISA-UL); Márcia Motta (UFF); Rui Santos (FCSH-UNL); Susana Matos Viegas (ICS-UL)

Comissão Organizadora:

Dulce Freire (ICS-UL); Ana Margarida Rodrigues (ICS-UL); Carlos Faísca (ICS-UL); Maria Teresa Rosendo (CM Palmela); Maria Leonor Campos (CM Palmela)

Anúncios